quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Análise da Loteca 546 - Jogo 3: Brasiliense/DF X Ceilândia/DF

 JOGO 2  
Brasiliense/DFXCeilândia/DF 
Sábado dia 16/02/13 às 17h00 no Estádio Boca do Jacaré - DF
Jogo válido pela 5ª rodada do Campeonato Brasiliense de Futebol – 2013 

Brasiliense/DF: O início complicado no Campeonato Candango foi deixado para trás. Após quatro rodadas, o Brasiliense está muito perto de se garantir nas semifinais do primeiro turno da competição, cumprindo, assim, o favoritismo.
Para obter a classificaçãoque poderia ter ocorrida na semana passada, caso tivesse vencido o clássico – o Brasiliense precisa vencer o Ceilânia, na Boca do Jacaré e depender de uma possível combinação de resultados. A depender dos resultados, o time amarelo pode, até mesmo, sacramentar a liderança de sua chave.
Concorrentes
Para se classificar de forma antecipada, o Brasiliense precisa necessariamente de um resultado a seu favor: o tropeço do Unaí-MG contra o Gama (sempre aliado a uma vitória do time amarelo). O Alviverde joga fora de casa e precisa de uma vitória para manter-se com chances de classificação. Hoje o time mineiro está três pontos do Brasiliense.
Caso tal resultado se concretize e o Luziânia também tropece diante do Brasília, em casa, o Brasiliense se garantirá como líder do Grupo A, com uma rodada de antecedência. O Luziânia hoje está com cinco pontos na competição.
Regulamento
Neste primeiro turno, os seis times de uma chave enfrentam os seis da outra, em jogos apenas de ida. Os dois melhores de cada chave avançam para a semifinal, novamente em turno único. Somente a final é disputada em dois jogos.
Treino com portões fechados:
Assim como tem feito desde o início do Campeonato Candango, o técnico Márcio Fernandes irá realizar um trabalho tático na Boca do Jacaré, que definirá a equipe que irá a campo contra o Ceilândia, com portões fechados à imprensa e aos torcedores.
A medida, segundo o treinador, é para evitar que os demais clubes tenham um fácil acesso, principalmente por todos os times serem da região, algo distinto do que acontece nos demais estados.

Na liderança do Grupo A, com sete pontos, dois de folga, o Brasiliense tem uma importante vantagem na briga pela classificação esta reta final do primeiro turno do campeonato candango. Dos 12 participantes da competição, o time amarelo será o único a atuar em casa nas duas rodadas finais da fase de classificação da Taça JK: na Boca do Jacaré contra o Ceilândia, no próximo sábado, e Ceilandense, em 24 de fevereiro.
Curiosamente, em quatro rodadas, o aproveitamento do Brasiliense neste ano é melhor como visitante do que na Boca do Jacaré. O time amarelo está invicto longe de casa com quatro pontos: 2 x 0 no Brazlândia na Chapadinha e 1 x 1 com o Gama no Bezerrão. Em Taguatinga, perdeu para o Brasília por 2 x 0 e venceu o Capital por 1 x 0.
O Brasiliense ocupa a liderança do Grupo A, com sete pontos, sendo dois de folga para o Luziânia. O time tem a possibilidade de se classificar antecipadamente, mas depende de uma combinação de resultados.


Ceilândia/DF: No confronto entre o único time que estava com 100% de aproveitamento e a única equipe que havia perdido todas as partidas no Candangão 2013, deu empate. Ceilândia e Sobradinho ficaram no 1 a 1 na tarde deste sábado, no estádio Bezerrão, no Gama, em partida válida pela quarta rodada da competição. Com o resultado, o Gato Preto perdeu a oportunidade de recuperar a liderança do Grupo B, mas segue na segunda colocação. Já o Leão da Serra, alcançou seu primeiro ponto no campeonato, o suficiente para deixar a lanterna do Grupo A e subir para a quarta posição.
Logo aos 3 minutos de jogo, o atacante Laécio abriu o placar para o Sobradinho e, de quebra, alcançou Luquinhas, do Brasília, na artilharia do Candangão (5 gols cada). O zagueiro Adriano Cacareco, de cabeça, marcou gol de empate do Ceilândia, no segundo tempo.
 - O resultado foi ótimo, diante das circunstâncias do jogo. Sofremos com jogadores contundidos e também uma expulsão. Foi importante esse pontinho que conquistamos, para continuar entre os líderes do grupo - avaliou o atacante Dimba, do Ceilândia, ao fim da partida.
Menos satisfeito saiu o técnico do Sobradinho, João Carlos Cavalo, que chegou para substiuir Branco e, por pouco, não estreou com vitória no comando do Leão da Serra.
- Faltou tranquilidade para colocar a bola para dentro. Tivemos mais chances, mas não conseguimos fazer o gol. Agora, já não depende mais apenas de nós a classificação. Precisamos vencer nossas duas últimas partidas e ainda torcer por tropeços das outras equipes - lamentou o treinador.
A dois jogos do fim do primeiro turno, o Sobradinho está quatro pontos atrás do Luziânia, segundo colocado do Grupo A. Apenas os dois primeiros de cada chave garantem vaga nas semifinais.
A próxima partida do Leão da Serra será em casa, no estádio Augustinho Lima, contra o Ceilandense, no dia 16 de fevereiro. No mesmo dia, o Ceilândia vai até a Boca do Jacaré enfrentar o Brasiliense.
COMO FOI O JOGO:
Precisando desesperadamente somar seus primeiros pontos no campeonato, o Sobradinho começou o jogo pressionando o Ceilândia. Atitude que deu resultado logo aos três minutos. Em cobrança de falta pela esquerda, Zé Carlos colocou na área, a zaga do Ceilândia cortou mal, e o atacante Laécio testou para o gol; o goleiro Dennys ainda chegou a fazer a defesa, mas, segundo a arbitragem, a bola já havia cruzado a linha: 1 a 0 para o Leão da Serra.
Com a vantagem no placar, o Sobradinho diminuiu o ímpeto inicial e, aos poucos, o Ceilândia passou a dominar a posse de bola. No entanto, com pouca criação no meio-campo, o Gato Preto não levou muito perigo à meta do goleiro Donizete.
Do outro lado, a defesa do Ceilândia teve bastante trabalho com as jogadas de contra-ataque do Sobradinho. Em uma delas, aos 24 minutos, Laécio recebeu ótimo lançamento na frente, invadiu a área sozinho, mas tentou driblar Dennys antes de bater para o gol e acabou perdendo a bola.
Ceilândia empata, tem um expulso, e segura o resultado
A falha do artilheiro do Sobradinho, que perdeu grande chance de ampliar a vantagem no primeiro tempo, acabou custando caro logo no início da etapa final. Aos 4 minutos, Alisson cobrou escanteio para o Ceilândia na primeira trave e o zagueiro Adriano Cacareco se antecipou à marcação para empatar de cabeça: 1 a 1.
Imediatamente após o gol, o técnico do Sobradinho, João Carlos Carvalo, colocou o atacante Edicarlos no lugar do meia Mário Lúcio, e o jogador colocou fogo na partida. Melhor em campo, o Sobradinho foi com tudo para o ataque e, aos 17 minutos, Edicarlos deu lindo passe para Felipe na área, mas ele acabou chutando nas mãos do goleiro Dennys o que seria o segundo gol do Leão.
Aos 26, Edicarlos apareceu novamente. Após boa arrancada pelo meio, o atacante foi derrubado por Renato Coimbra, que levou o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Com um jogador a menos, o Ceilândia se postou na defesa e segurou o ataque do Sobradinho até o fim.
Destaque do segundo tempo, Edicarlos ainda teve boa oportunidade de marcar aos 42 minutos, mas acabou parando também no goleiro Dennys e a partida terminou com o placar de 1 a 1.
Ainda sem condições para atuar durante os 90 minutos, o atacante Dimba pode ter a sua primeira oportunidade como titular neste Candangão justamente na partida contra o Brasiliense, sábado, às 17h, na Boca do Jacaré.
Artilheiro Dimba tem tudo para iniciar a partida:
Nas últimas quatro partidas, o atacante tem entrado apenas na segunda parte dos jogos, mas ainda sem deixar a sua marca. "Ele está sempre indo para os jogos e entra em todos. Mas, como ele se apresentou mais tarde, ele ainda não está no ponto", explica o técnico do Ceilândia, Adelson de Almeida.
De acordo com o treinador do atual campeão candango, algoz do Brasiliense também no título de 2010, Dimba pode fazer seu primeiro jogo como titular neste sábado. "São todas as possibilidades dele começar o jogo. Vamos ver como ele se comporta durante o restante da semana", aponta.
O Ceilândia está invicto na competição e é o vice-líder do Grupo B do Candangão, com 10 pontos (3V e 1E), devido ao saldo de gols inferior ao do Brasília, que conta com a mesma pontuação.


Prognóstico: Brasiliense e Ceilândia fazem neste sábado um jogo que promete ser bastante acirrado. O Jacaré atual líder do seu grupo com uma campanha de 2V, 1E e 1D (esta derrota fois aquela contra o Brasília por 2X0 no concurso 542) em seu último jogo empatou fora de casa no clássico contra o Gama (1X1). O Ceilândia vem de um empate jogando em casa na última rodada contra o Sobradinho/DF por 1X1. Neste jogo o Ceilândia jogou boa parte do 2º tempo com um jogador a menos. A equipe do Brasiliense projeta vencer os dois últimos jogos do 1º turno para garantir a classificação em primeiro do seu grupo, sendo assim, terá a vantagem de decidir em casa na fase final. O Ceilândia por sua vez tem um time "bem montado" e irá tentar surpreender o Brasiliense fora de casa. Acredito que devido ao bom elenco montado e a grande motivação para a partida (sem contar com à força dos bastidores do Sr. Luís Estevam) o Brasiliense desta vez confirmará o seu favoritismo e vencerá a partida quebrando a invencibilidade do Gato Preto (Ceilãndia) no campeonato: Coluna 1 seco. 

Um comentário:

FABIO WHISK ZITO disse...

OK, Brasiliense.
É porque neste campeonato eu escoho uma coluna e conto com a sorte,já deu certo duas vezes este ano.