terça-feira, 5 de março de 2013

Análise da Loteca 549 - Jogo 14: São Paulo/SP X Palmeiras/SP

JOGO 14
São Paulo/SPXPalmeiras/SP
Domingo dia 10/03/13 às 16h00 no Estádio do Morumbí - São Paulo/SP
Jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Paulista de Futebol – 2013 

São Paulo/SP:
Histórico do confronto
(clique na imagem para ampliar).
O São Paulo iniciou a semana de bateria carregada para os próximos jogos. E será preciso mesmo ter fôlego de sobra. Na quinta-feira, a equipe tem obrigação de vencer o Arsenal, no Pacaembu, para tentar se isolar na vice-liderança de seu grupo na Libertadores (agora tem três pontos), ou até se aproximar do Atlético-MG (com seis), dependendo do resultado do Galo contra o Strongest, também na quinta. E, no próximo domingo, o Tricolor terá pela frente o clássico contra o Palmeiras, no Morumbi.
Como os principais jogadores foram poupados no último domingo, quando os reservas bateram o Penapolense, a tendência é que pelo menos a maior parte do time se repita nos dois jogos. Na outra semana, dia 14, o São Paulo irá a Argentina dar início aos jogos de volta da fase de grupos da Libertadores.
O atacante Osvaldo admite que ainda não sabe se será utilizado no fim de semana. Essa definição só vai ocorrer depois que a comissão técnica analisar a condição física de cada jogador após o duelo de quinta. No entanto, ele já se coloca à disposição para o clássico.
- Vínhamos de semanas com pouco tempo para descanso, esse jogo de quinta vai desgastar bastante, mas teremos sexta e sábado. Não sei qual será a opção do Ney, mas se ele decidir por nos escalar, vai dar para jogar - garantiu o jogador, que aproveitou para elogiar os reservas, invictos no Paulistão:
- Os que estão entrando dão conta do recado, e com isso o grupo se fortalece.
O zagueiro Rafael Toloi, que se tornou titular ao lado de Lúcio, também afirmou que não tem nenhum problema em entrar em campo nas duas partidas, mas não quer nem pensar no Palmeiras antes da partida diante dos argentinos.
- Dá para jogar, mas agora o foco é totalmente na Libertadores.
Uma das preocupações da comissão técnica era com o goleiro Rogério Ceni, que na semana passada sentia dores na coxa direita. Ele treinou normalmente nesta segunda-feira, e tem presença confirmada na quinta-feira. Além de Paulo Miranda e Negueba, com lesões mais sérias, nenhum jogador está entregue ao departamento médico.

Palmeiras/SP:
Segundo melhor ataque em aproveitamento do Paulistão Chevrolet, com média de dois gols por jogo (atrás apenas do São Paulo, com 2,11 tentos por partida), o Palmeiras terá uma semana difícil pela frente. Nesta quarta-feira às 19h45 jogará pela Libertadores contra a equipe do Tigre na Argentina e no domingo terá o complicado clássico diante do São Paulo no Morumbí. A intenção de Gilson Kleina é colocar praticamente o mesmo time que disputará a Libertadores na quarta no jogo de domingo. Provavelmente o time terá algumas modificações em razão dos diferentes times e situações enfrentadas.
"Não podemos pensar no São Paulo sem antes jogar a difícil partida decisiva que temos pela Libertadores na quarta. O nosso foco total é o Tigre, mas sabemos que a partida de domingo diante do São Paulo é de suma importância para a nossa equipe, por isso, após o jogo de quarta, caso algum deles (jogadores) não se lesione, estudarei a possibilidade da manutenção da mesma equipe no domingo", disse o treinador. 
Palmeiras ainda quer quatro reforços:
A diretoria do Palmeiras não esconde a grave situação financeira do clube, mas admite ser necessária a contratação de reforços para o técnico Gilson Kleina ter ainda mais peças para montar um time competitivo. Mesmo depois da chegada de 11 jogadores no começo de temporada, os dirigentes resolveram que, agora, é hora de ir atrás de nomes pontuais.
Após um estudo geral do elenco, com a participação do treinador, já definiram os setores mais carentes.
“Precisamos de um zagueiro, um lateral-esquerdo, dois atacantes, sendo um que caia mais pelas pontas e outro de área, e talvez um meia”, revelou o diretor executivo do Palmeiras, José Carlos Brunoro. A dúvida no meio existe em decorrência da incerteza sobre o desempenho dos novos contratados. A diretoria espera para ver se os recém-contratados Ronny e Rondinelly, além dos garotos da base, conseguirão desempenhar um bom papel no setor.
A intenção é completar o elenco da temporada até o meio do ano. Entretanto, o clube se prepara para antecipar os planos. Brunoro não tem certeza se conseguirá tempo hábil para reforçar o time caso avance às oitavas de final da Libertadores, mas acredita que nas quartas de final, caso o Palmeiras chegue lá, já pode trazer um bom nome.
Tão importante quanto contratar jogadores é manter os destaques na equipe. O Palmeiras não pretende negociar nenhum de seus principais atletas no meio da temporada, embora existam interessados em Valdivia, Henrique e Wesley, entre outros.
Dois jogadores que chegaram a ser comentados pelos lados do Palmeiras foram realmente oferecidos, mas descartados por Brunoro. São os casos dos atacantes Danielzinho, do São Caetano, e Guilherme, do Atlético-MG. “Realmente foram oferecidos, mas não temos interesse neles”, disse o dirigente.
Enquanto os reforços não chegam, Gilson Kleina se vira com o que tem em mãos. Ontem (4), o time viajou à Argentina, onde enfrenta o Tigre amanhã, pela Libertadores, sem poder contar com o volante-meia Souza, que sofreu entorse no joelho esquerdo. Com isso, Valdivia deve retornar ao time titular.
A dúvida está no ataque. Vinícius, Kleber e Maikon Leite disputam uma ou duas vagas. Nos últimos jogos, apenas Vinicius atuou, mas os outros dois estão recuperados de lesão e podem reforçar a equipe. Caso Gilson Kleina opte em voltar a escalar dois atacantes, o meia Patrick Vieira pode perder a vaga.

Prognóstico: Um dos maiores clássicos do Futebol Paulista, conhecido como Choque-Rei, São Paulo e Palmeiras realizarão neste domingo um jogo que promete ser muito nervoso e como na maioria dos clássicos muito equilibrado.Ambos os times jogam pela Taça Libertadores durante a semana, o Palmeiras joga primeiro na quarta-feira contra o Tigres na Argentina, e o São Paulo entra em campo um dia depois no Morumbí diante do Arsenal/ARG. Além disto existe a possibilidade do Tricolor do Morumbí poupar alguns jogadores em razão do curto intervalo entre as partidas da Libertadores e Paulista. Mesmo assim o técnico Ney Franco dá mostras de que levará à campo o que tem de melhor no elenco. O Palmeiras terá um maior tempo de recuperação e tudo leva a crêr que também vai com força máxima para o clássico (lembrando que os dois time jogarão novamente na Libertadores na semana que vem). Analisando o forte elenco montado pelo o São Paulo e a crescente melhora de rendimento do Palmeiras (trouxe vários reforços), ambos os times não sabem o que sair derrotado no Paulistão há um bom tempo (Tricolor = 5 Jogos // Verdão = 6 jogos), o Palmeiras carrega um longo tabú (11 anos) sem vencer o São Paulo no Morumbí, no entanto, terá mais tempo para treinar visando o clássico do que o rival. Jogo tem tudo para ser um dos mais emocionantes clássicos deste Paulistão 2013. Mesmo se tratando de um clássico, acredito que este jogo não terminará empatado, sendo assim, indicarei um duplo aberto, colunas 1 e 2

Um comentário:

FABIO WHISK ZITO disse...

Eu tenho visto muito empates nos classicos do Campeonato Paulista.

Acho que pinta mais um.

EMPATE.