quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Análise da Loteca 544 - Jogo 4: Porto/PE X Náutico/PE

JOGO 4
 
Porto/PEXNáutico/PE
Sábado dia 02/02/13 às 19h00 - Estádio Lacerdão/PE
Jogo válido pela 5ª rodada do Campeonato Pernambucano de Futebol - 2013


Porto/PE: O Porto perdeu para o Ypiranga por 1x0 na noite desta quarta-feira, no estádio Otávio Limeira em Santa Cruz do Capibaribe. Mais uma vez, a equipe apresentou um futebol medíocre contra um adversário que ainda não tinha vencido nenhuma partida na competição. Com apenas quatro pontos, o Porto ocupa a sétima posição do PE2013, com o pior ataque do torneio, apenas um gol em quatro jogos.
A partida começou com um atraso de nove minutos, pois o Ypiranga estava sem médico.
O atraso esfriou os ânimos dos jogadores que começaram a partida em ritmo lento. As duas equipes exerciam uma forte marcação na entrada da área. Nos primeiros minutos, apenas alguns chutes de longa distancia, que não levou perigo a nenhuma meta.
Adelmo Soares promoveu mudanças no setor ofensivo, porém as entradas de Tiago Orobó e Thales não surtiram efeito desejado. O Ypiranga teve mais posse de bola, mas nunca chegou a pressionar o Gavião. O primeiro ataque dos donos da casa aconteceu aos 22 minutos, Carlinhos recebeu na grande área e rolou para Torres. O meia chutou para defesa de Emanoel.
Quatro minutos depois, Torres arriscou de fora da área, mas Emanoel novamente defendeu. O Porto seguiu segurando o adversário, mas sem se acertar no ataque. Aos 37 o Gavião levou outro susto. Após cobrança de escanteio, a bola bateu em Hugo livre e Emanoel defendeu.
O Ypiranga voltou para etapa complementar disposto a decidir, enquanto o Porto continuou com sua habitual sonolência. A Maquina assustou a meta do Gavião com Guilherme chutando de longe no primeiro minuto e com Bruno cobrando falta aos quatro minutos. Em ambas jogadas, Emanoel defendeu. O Porto só acordou aos nove minutos, Jackson, na única jogada que acertou o jogo inteiro, passou por dois adversarios e cruzou rasteiro. A defesa do Ypiranga afastou mal, mas Thaciano não aproveitou a sobra.
Dois minutos depois, Joelson deixou Thaciano na cara do gol, o meia não soube o que fazer com a bola e acabou sendo desarmado.
Aos 13, Jackson cometeu um pênalti infantil em Torres. O arbitro Alexsandro Rodrigues não deu nada, mas o assistente Bruno Alcântara marcou pênalti. Diogo bateu e converteu. Bola de um lado goleiro do outro.
Sem opções, Adelmo sacou o apagado Tiago Orobó para entrada de Jefferson Luiz. O Gavião passou a criar mais situações. Aos 17, Jefferson Luiz tentou cruzar e quase engana Jailson. Aos 21, foi a vez de Vagner Rosa arriscar para defesa de Jailson. O Ypiranga respondeu no mesmo minuto. Torres chutou, Emanoel mais uma vez fez a defesa.
Três minutos depois, Jefferson Luiz lançou Joelson que tocou na saída do goleiro, mas a arbitragem marcou impedimento duvidoso. Aos 32 minutos, Henrique cobrou falta e acertou o travessão de Jailson. Adelmo ainda tentou as entradas de Jefinho e Lalá, nos lugares do ineficiente Thaciano e de Thales, que quase não tocou na bola. Mas o Porto não conseguiu chegar ao gol de empate.


Náutico/PE: Mesmo com duas vitórias e um empate, o expressinho do Náutico não seguirá em campo nas próximas rodadas do Campeonato Pernambucano. O superintendente do clube, Daniel Freitas, garantiu que, mesmo com a saída do técnico Alexandre Gallo, o planejamento inicial será mantido e, a partir de agora, o elenco profissional entra em campo. Com isso, o Timbu enfrenta o Porto com força máxima, às 19h deste sábado, no Lacerdão.
- Não existe possibilidade dos juniores continuarem no sábado. A garotada foi muito bem, venceu o Ypiranga e o Pesqueira, mas seguiremos o planejamento traçado. Até porque os meninos precisam de férias, pois estão jogando desde o início de 2012 e emendaram várias competições. Agora, precisam descansar. Nós estamos satisfeitos com o rendimento deles e depois alguns devem ser aproveitados. O futuro é esse.
O técnico do sub-20, Sérgio China, também entrará de férias, portanto Levi Gomes terá a companhia de Kuki no comando até a chegada do novo treinador. O planejamento de Alexandre Gallo, que deixou o clube para comandar a seleção brasileira sub-20, teve como meta um tempo maior de preparação para os profissionais. Por isso, os garotos da base representaram o Timbu nas três primeiras partidas, enquanto os profissionais fecharam a pré-temporada com 28 dias. Contra o Porto, Daniel Freitas espera que o plano comece a surtir efeito.
- Espero que o profissional faça uma boa estreia contra o Porto. Lógico que eles não estarão 100%, mas está na hora de mostrar que o nosso planejamento, de dar mais tempo de preparação, foi correto.

Prognóstico: O Náutico viajará para Caruarú com o elenco principal, ao qual, irá realizar sua estreia, já que a equipe sub-20 vinha atuando no campeonato. Sem a presença do treinador Alexandre Gallo que deixou o comando da equipe para assumir o da seleção brasileira sub-20, vai a campo fora de casa aproveitar o mal momento vivido pelo adversário e buscar dar sequência das vitórias conquistadas pelo sub-20 no campeonato.  Já o Porto, com apenas 1V após 4 rodadas na competição tentará buscar os três pontos diante da sua torcida após duas rodadas sem vitórias (empatou em caso contra o Belo Jardim e perdeu fora contra o Ypiranga). Nos últimos 5 confrontos entre as equipes em Caruarú, o Náutico leva ampla vantagem com 4 vitórias (2008/2009/2010 e 2012) e 1 derrota (em 2011). Pelos elencos e estrutura a vitória do Náutico é a melhor indicação, resta saber como será a estreia do profissional do Timbú no campeonato. Apesar da ampla vantagem do Náutico nos confrontos, as suas vitórias foram sempre apertadas, com a diferença de apenas 1 gols, salvo no ano de 2010 onde o time venceu em Caruarú por 3X0. Indico neste jogo a utilização de um DF na coluna X2.

Um comentário:

FABIO WHISK ZITO disse...

Eu vou entar passar com 4 secos no sabado entao tenho que apostar so nos favoritos.

NAUTICO.